vencendo a depressão

como fugir da depressão

vencendo a depressão

No século XX a depressão foi caracterizada como uma doença, não mais somente um estágio ou característica clínica, mas sim uma patologia clínica. A persistência da tristeza é um sintoma da depressão. As pessoas ficam deprimidas por inúmeras coisas que acontecem em suas vidas, traumas, doenças, frustações, dificuldades financeiras, desilusão com amores que não dão certo e tudo o mais.

Mas todo mundo tem problema, então como fugir da depressão? A psiquiatria receita remédios que agem quimicamente no corpo da pessoa, combatendo as características neurológicas e biológicas da depressão. Mas a sociedade condena drogas psicotrópicas, que as pessoas também usam para fugir da depressão, especialmete por causa dos riscos e efeitos olatrais associados. Muitos criticam as drogas psiquiátricas como o Prozac e o rivotril por causarem dependência e não atacarem a causa do problema.

Melhor do que fugir da depressão é enfrentá-la. Combater a causa do problema pode ser uma maneira de fugir da depressão, através da busca de apoio em tratamento psicológico (sem drogas, indicadas pelos médicos em casos graves ou surtos, ou pelo menos deveria ser assim) ou tratamento espiritual, variando conforma crença, costume e oportunidade.

Outros fazem esportes e se alimentam melhor para fugir da depressão. Com o corpo saudável, fica mais fácil. Conhecer pessoas novas, amores e amizades, ouvir música, dançar são recursos poderosos para fugir da depressão. Sair da rotina, ter uma atitude mais otimista e se apegar a coisas positivas, que a pessoa goste. Tudo isso é bom para fugir da depressão.

Apesar de ser um problema marcadamente moderno, a depressão sempre esteve por aí. Na Renascença, simpatia era considerado o antídoto da antipatia e da agonia. O egoísmo, auto-importância e vaidade num mundo super populado e competitivo. com enormes cobranças, expectativas de recompensa frustradas, tudo isso faz aumentar a taxa de depressão, acompanhada da indiferença e tratamento insensível que as pessoas sofrem, já que o batalhado, guerreiro, sem defeitos etc foi tomado como modelo de sucesso. Mas, como cantam os Beatles, everybody has a Good time.

Mantenha uma atividade prazerosa, ofício ocuoe-se de ou algo edificante  que compense o stress e a fadiga fugindo das teias e pessoas que o mantém preso na depressão.  No final de tudo conta o amor e os bons momentos, gargalhada do coringão no meio do nada, contra tudo e todos, há sempre uma saída. E aí vai ficar nessa? Já ouviu o poema Ode a Alegria de Schiller na sinfonia de Beethoven? Abraços.

Deixe uma resposta