protestos contra o apartheid

o que foi o apartheid na África do Sul

Apartheid é uma palavra que vem da língua africâner, falada na África do Sul e na vizinha Namíbia, e surgida da interação dos exploradores europeus com povos nativos daquela região da África. Está ligada, sem dúvida, ao “estar a parte” de outras línguas indo-européias.

O apartheid foi um regime de segregação racial imposto pela minoria de ascedência européia (os brancos) na África do Sul, de 1948 até 1994. Essa minoria descendia e estava ligada, em sua maioria, ao domínio do império britânico e holandês sobre a região. As pessoas eram segregadas juridicamente, socialmente, educacionalmente e politicamente conforme sua “raça”, negros, brancos, asiáticos etc. A grande maioria da população negra foi tolhida de seus direitos políticos e segregadas em suas moradias e nos direitos de ir e vir, além de sofrer uma série de violência legitimada por tal estado. Um dos guetos mais famosos da época do apartheid na África do Sul chama-se Soweto.

O apartheid gerou muita resistência interna e protestos internacionais. Quando Cuba enviou soldados para a Angola, garantindo sua independência, e de quebra libertando também a Namíbia do jugo da África do sul, exigiu a negociação do Apartheid também. Esse foi o início do movimento final, cujo nome emblemático é Nelson Mandela, que foi preso, e mais tarde, libertado, chegando a presidente. que acabou por derrubar finalmente o apartheid.

protestos contra o apartheid
protestos contra o apartheid

2 comentários em “o que foi o apartheid na África do Sul”

  1. O apartheid na verdade foi um meio de separação entre negros e brancos. Foi criado para que os brancos ficassem separados dos negros.Aconteceu em vários paises da américa também, mas principalmente na Asia.

Deixe uma resposta